Início > EDUCAÇÃO > BÔNUS RIR OU CHORAR!?

BÔNUS RIR OU CHORAR!?

Quinta – feira, 11 de Dezembro de 2008 11h00

 

Assembléia aprova bônus por desempenho e 300 mil da Educação podem receber 2,9 salários a mais

 

Pagamento acontecerá já no início do ano, de acordo com atingimento de metas de cada escola estadual

A Assembléia Legislativa aprovou na noite de ontem, quarta-feira, 10 de dezembro (pouco antes da meia-noite), o projeto de remuneração por desempenho para os cerca de 300 mil funcionários da Secretaria de Estado da Educação. Pela primeira vez funcionários públicos do Estado receberão bônus financeiro de acordo com o resultado de seu trabalho.

Os cerca de 300 mil funcionários ligados à Secretaria (professores, diretores, supervisores, agentes de serviço e organização etc) receberão o equivalente a até 2,9 salários mensais se seus alunos melhorarem a aprendizagem. O pagamento ocorrerá logo no início do ano, com previsão para duas parcelas.

Seguindo o Índice de Desenvolvimento da Educação de São Paulo (Idesp), lançado em maio deste ano, as escolas terão de melhorar e atingir metas ano a ano. Se as metas foram 100% alcançadas, todos os funcionários da escola receberão o total do bônus: 20% dos 12 salários mensais, ou seja, 2,4 salários mensais a mais. A bonificação será sempre equivalente ao avanço alcançado. Se a escola atingir 50% de sua meta, seus funcionários receberão 50% do bônus_ 1,2 salário mensal a mais. Se a escola chegar a 10% da meta, seus funcionários receberão 10% do bônus.

Os funcionários das escolas que superarem as metas pré-estabelecidas receberão também pelo esforço a mais. Ao passar 20% do índice os funcionários terão acréscimo de 20% ao bônus total (veja exemplos abaixo). Se passar 10%, 10% a mais. O teto é de 20% a mais. Isto equivale a 2,9 salários mensais a mais.

“O trabalho da Assembléia foi importante. Os deputados estaduais aprovaram uma política justa. O governo do Estado reajustou o salário-base de professores em até 12%, beneficiando a todos. Agora implanta a remuneração por desempenho, um critério justo”, afirma a secretária de Estado da Educação, Maria Helena Guimarães de Castro.

Além da chegada ou superação de metas, os professores serão avaliados no critério de faltas. Se cumprir toda sua carga horária o professor receberá o bônus completo (de acordo com o cumprimento da meta). Se apenas 50% de sua carga horária for cumprida, receberá metade do bônus de sua escola.

“É essencial diferenciar a bonificação para quem ajudou ou não a escola a atingir a meta. Quem ajudou mais, compareceu mais, receberá bônus maior do que o que compareceu menos, ajudou menos”, diz a secretária Maria Helena.

O governo do Estado estima em pelo menos R$ 500 milhões de gasto com a nova política de remuneração por desempenho.

 

Exemplos

Simulação:

Exemplo: R$ 1.600,00/mês (valor aproximado da remuneração inicial de um professor do ciclo I do ensino fundamental sem curso superior).  Onde isso pelo amor de Deus…

 

1) A escola em que leciona atinge 50% da meta :

Cálculos – 1600X12 = 19.200 (x 20%) = 3.840 ð R$ 1.920,00

* Se a carga horária cumprida pelo professor for de 100%, o bônus será de R$ 1.920,00.

* Se a carga horária cumprida pelo professor for de 80%, o bônus será de R$ 1.536,00.

* Se a carga horária cumprida pelo professor for de 50%, o bônus será de R$ 960,00.

* Assim por diante – desconto individual.

 

2) A escola em que leciona atinge 100% da meta :

Cálculos – 1600X12 = 19.200 (x 20%) = 3.840 ð R$ 3.840,00

* Se a carga horária cumprida pelo professor for de 100%, o bônus será de R$ 3.840,00.

* Se a carga horária cumprida pelo professor for de 80%, o bônus será de R$ 3.072,00.

* Se a carga horária cumprida pelo professor for de 50%, o bônus será de R$ 1.920,00.

 

3) A escola em que leciona SUPERA a meta em 20% :

Cálculos – 1600X12 = 19.200 (x 20%) = 3.840 (+ 20%) ð R$ 4608,00

* Se a carga horária cumprida pelo professor for de 100%, o bônus será de R$ 4.608,00.

* Se a carga horária cumprida pelo professor for de 80%, o bônus será de R$ 3.686,00.

* Se a carga horária cumprida pelo professor for de 50%, o bônus será de R$ 2.304,00.

 

Simulação JACSON

Se a meta ideb do Edir for de 30%

1.136,64 X 12 = 13.639,68 (x20%) = 2727,94 (x30%) = 818,38

Se a carga horária do Jacson for de 93,51%

818,38 (x93,51%) = 765,27

O problema esta em definir o percentual da carga horária…

No meu caso fiz isso não sei se procede: 30 aulas + 3 htpcs + 4 htpls = 37 (x5) = 185 horas aulas

“chute” Faltas 12 horas aulas…

185ha – 12ha = 173ha = 93,51% da carga horaria completa. 

 

No caso da simulação da secretaria, o salário base é o de peb I e isso não existe para peb I inicial, qual será o salário base de calculo? O meu?

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: